Arquivo para Toronto

volta ao mundo em 80… cervejas

Posted in itinerários with tags , , , , on 09/08/2011 by coelhoraposo

Além de experimentar cozinhas do mundo todo no Canadá, nada como dar uma volta ao mundo através de… cervejas? Sim, algo como uma volta ao mundo em 80 cervejas.

Bem, não foram 80 cervejas. Mas eu bem que bebi, quer dizer, tentei. Registradas foram 28 mas faltam algumas que não lembro mesmo, culpem a azeitona das empadas!

fotos com o filtro "lomo-fi", do aplicativo instagram para iPhone

Delirium Tremens (Bélgica), Kronenbourg 1664 (França), Tyskie (Polônia), Stella Artois Légère (Bélgica), Gösser Marzen (Áustria), Spate Pils (Alemanha),  Warsteiner Premium Verum (Alemanha), Pilsner Urquell (República Checa), Löwenbrä Original (Alemanha), Staropramen (República Checa), Amsterdam (Canada), DAB Original (Alemanha), König Ludwig Weissbier (Alemanha), Erdinger Weissbier (Alemanha), Zywiec (Polônia), Steam Whistle (Canadá), Czechvar (Rep. Checa), Tsingtao (China), Grolsch Premium Lager (Holanda), Tuborg (Dinamarca), Duvel (Bélgica), Samuel Adams (EUA), Ciuc (Romênia), Stiegl (Áustria), Peroni Nastro Azzurro (Itália), Sapporo (Japão), Asahi (Japão), Okocim (Polônia), Radeberger (Alemanha)…

Muitas delas tem reviews no portal do cervejeiro, o brejas. Não concordo com algumas, mas AINDA não tenho o nível do pessoal de lá. Mas dar uma nota alta para a Steam Whistle me pareceu bem exagerado…

comer beber viver – part II

Posted in Genealogias de minhas paixões, itinerários with tags , , , , , , , , , , , , , , on 29/07/2011 by coelhoraposo

Toronto

6 horas de ônibus depois, frutos do mar com sotaque chinês no Spadina Garden; café da manhã reforçado no Woodlot, com direito a torta de ruibarbo (comprada por engano porque parecia um salgado com bacon… hmmm, bacon…), croissant de prosciutto com cebola caramelizada e goat cheese; um monumental almoço doméstico com ostras e paella, cortesia dos chefs Érica e Gastão, como pode ser conferido na fotos abaixo:

Ostras e paella, cortesia do casal chef-chef

picnic no High Park, steak  & frites no Jules Bistro, jantar persa no The Pomegranate regado a espumante espanhol (cordeiro com cogumelos delicioso); a melhor combinação sashimi/sushi no Sushi Couture; um rigattoni básico de damasco e gorgonzola com prosciutto, feito pela Erica; a melhor comfort food para um domingão: dumplings no Mother’s Dumplings; um All You Can Eat sushi no Aji Sai; turkey burger no Aunties & Uncles;

comida persa no Pomegranate e o fenomenal Sushi Couture Maki. Imperdíveis!

prosciutto de pato, bruschettas e uma pizza fantástica no Pizzeria Libretto; lamb shank com couscous israelense da dupla de chef-chefs Erica & Gastão; Ostras e um saboroso Spaghettini de frutos do mar no The Distillery DistrictPure Spirits Oyster House & Grill; café da manhã dos campeões no Delux; por fim, uma pizza meia boca no Insomnia Cafe.

Libretto: a melhor pizzaria do planeta terra. (sim, talvez seja um exagero)

Em sentido horário: dumplings, lamb shank, café da manhã dos campeões do Delux e scallops (hmmm, scallops...)

Já estou com fome de novo. Ano que vem tem mais? Quem sabe…

Tem também as cervejas, mas isso fica para um próximo post.