Arquivo para Lúcio Ribeiro

2012 promete…

Posted in canções fundamentais, itinerários, musique non stop with tags , , , , , , , , on 08/02/2012 by coelhoraposo

…muita música boa vindo por aí!

Tenho algo como 9 rascunhos de post esperando para serem retomados. Mas fui obrigado a ultrapassá-los para compartilhar o fato de quem 2012 será um ano cheio de aventuras musicais fantásticas!

Vencida a inexplicável tentação de ir para o Lolla Pa Loser (ok, tem bandas bem legais no line-up, mas nada que me faça rumar até o Jockey Club de São Paulo), já estou com meus ingressos na mão para ver Björk, Ryuichi Sakamoto, Justice e mais uma pá de coisa incrível na primeira edição brazuca do Sónar.

Daí, eis que o Lucio Ribeiro anuncia que sua casa de shows, o Cine Jóia receberá em abril, o ex-vocalista do Screaming Trees e personificação da atitude rock’n’roll, Mark Lanegan. Dia 14 de abril, mais especificamente.

Não bastando, o mesmo Lucio agora há pouco postou em seu blog que o bardo estadunidense Robert Zimmerman, também conhecido como Bob Dylan, deve desembarcar em abril ou maio para uma turnê brazuca. Será que depois de mais de uma década de tentativas e erros, conseguirei finalmente vê-lo em ação???

É, 2012 começou com tudo!!!

são paulo non stop

Posted in Genealogias de minhas paixões, listas, relaxing times with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/04/2011 by coelhoraposo

Bolinho de risoto no Genésio, passadinha na Livraria da VilaTiê no Auditório Ibirapuera, sanduíche de pernil no BH Lanches, Lúcio Ribeiro e Jägermeister no Beco 203, Pastel na Benedito Calixto, festa bizarra em Higienópolis, Formula 1 na Pão de Ouro, kafta no Halim, caipirinhas mil na festa da laje, almoço indiano no Gopala Hari, Brahma Black na Cervejaria São Jorge (ex-Salve Jorge), sukiyaki fantástico no Sushi-Yassu, Ná Ozzetti no SESC Vila Mariana, coxinha maravilhosa no Veloso, o monstruoso lanche de mortadela no Hocca Bar/Mercado Municipal, visita a Pinacoteca (exposições de Paula Rego e Aleksandr Ródtchenko), filé ao molho de gorgonzola no Empório da Lapa com o tio, cantorias sem fim no Karaokê Samurai, monumental Filé à Parmegiana do  L’Osteria do Piero, pizza na casa dos primos, dancei muito vi a galera dançar muito no Green Express (a maior concentração de gatas de São Paulo. NOT), balada fraquinha no Tapas Club, bolinho de couscous e Espeto de Meca com arroz mediterrâneo no Tanger, Virada Cultural e hambúrguer delicioso na Lanchonete da Cidade… E tudo com as melhores companhias! Até a próxima, São São Paulo, meu amor…