Arquivo para Flamengo

túnel do tempo

Posted in Genealogias de minhas paixões, homenagens with tags , , , on 03/05/2012 by coelhoraposo

Aos doze dias do mês de maio do ano de mil novecentos e doze, o goleiro Baena; os zagueiros Píndaro, Nery, Curiol, Gilberto e Galo; os meio-campistas Bahiano, Arnaldo e Amarante e, finalmente, os atacantes Gustavo de Carvalho e Borgerth, pisaram no gramado do Estádio da Rua Campos Sales para enfrentar o Sport Club Mangueira em jogo válido pelo Campeonato Carioca de Futebol. O time formado por estes jogadores fazia sua estreia nos gramados. Este time venceu o Mangueira por 15 x 2. Este time carregava a primeira versão do manto rubro-negro (conhecida como “papagaio-vintém”). Este time carregava o nome de Clube de Regatas do Flamengo.

Hoje o Flamengo comemora o centenário desse momento histórico. Se o momento que a Nação vive hoje não é dos melhores, talvez seja interessante voltar para a história e perceber que o Flamengo é muito maior do que ronaldos, joéis, patrícias e tantos outros que não honram o clube que dizem defender: em cem anos de futebol, o Brasil e o mundo já esteve sob os nossos pés. Está mais do que na hora de colocar estes pés rubro-negros sobre a bola que este mundo é.

Saudações Rubro-Negras!

EM TEMPO: Agradeço ao Carlos Alexandre Monteiro, do blog Mil Vezes Flamengo, por lembrar uma das datas mais importantes da história do Flamengo; e também ao Flapédia, pela escalação e informações do primeiro jogo (mesmo que o placar não bata com o informado no hotsite oficial do centenário)

offline

Posted in Divã, itinerários with tags , , , , on 09/04/2012 by coelhoraposo

E aí, Brasil? Que contas de novo?

Já sei que o flamengo deu vexame na libertadores e ganhou do Vasco. Como sempre.

Mais alguma coisa de importante aconteceu na minha ausência? O Lollapalooza foi pra loser ou foi um desbunde? Agnelo já pediu pra sair? Demostenes já renunciou e foi dividir cela com o Cachoeira?

É incrivelmente libertador viver sem redes sociais e constantes atualizações de noticiários, mesmo que por poucos dias. Tentarei fazer isso mais vezes.
Mas enfim, depois de carnaval e páscoa, acho que já podemos começar 2012.
Ou não.

ps 1. Buenos Aires mandou beijos a tod@s, mas anda beeeeem carinha.

ps 2. A comida e o atendimento do Dadá Bistro continuam incríveis.

500 dias antes

Posted in Genealogias de minhas paixões, homenagens with tags , , , , , , , , , , , on 13/12/2011 by coelhoraposo

Eu nasci no dia 29 de abril de 1983.

Exatamente 500 dias antes, o Clube de Regatas do Flamengo conquistava o título de campeão mundial interclubes após não tomar conhecimento do todo-poderoso Liverpool. Dois gols de Nunes, um de Adílio, Flamengo 3 a 0 e a Taça Toyota ganhou novos donos e novo endereço, a Gávea.

Realmente nem sei se meus pais já se conheciam no dia 13 de dezembro de 1981. Mas o que importa é que 500 dias depois desse jogo eu vinha ao mundo para ser mais um rubro-negro orgulhoso, apaixonado e que teria um desgosto profundo se faltasse o Flamengo no mundo.

40 minutos antes do nada

Posted in Genealogias de minhas paixões, homenagens with tags , , , , , , , , on 09/10/2011 by coelhoraposo

O grande Nelson admitindo seu rubro-negrismo. (foto retirada do Urublog: http://globoesporte.globo.com/platb/arthurmuhlenberg)

O grande tricolor Nelson Rodrigues dizia que o FLA x FLU começou “quarenta minutos antes do nada”. Isso talvez mostre a grandeza do maior clássico do futebol brasileiro. Difícil imaginar as tardes de domingo com um Maracanã lotado, não com 60 mil pessoas, mas com 160, 200 mil pessoas se apertando para ver desfilar no gramado bem cuidado do Estádio que carrega o nome do irmão rubro-negro de Rodrigues, o também jornalista Mário Filho; as estrelas da constelação das laranjeiras e a constelação da gávea.

Hoje teremos um Fla x Flu meio esquálido sem Zico, sem Rivelino, sem Ronaldinho Gaúcho, sem Fred… Mas principalmente, teremos um Fla x Flu sem o palco maior do futebol mundial. O Maracanã não mais existe, o estádio que ora é reformado por obscenos mais R$ 1.000.000.000,00 ainda carregará o nome, mas a mística, a história, os momentos de histeria coletiva e de silêncios ensurdecedores, essas ficarão no passado…

Mas algo que o Engenhão, vulgo Vazião, poderá testemunhar hoje em seu gramado de várzea será o surgimento do campeão brasileiro de 2011. Não tenho a menor dúvida que, caso haja vencedor, o jogo de hoje servirá para indicar qual torcida gritará “É campeão!” no dia 03 de dezembro próximo.

Eu gritarei “É hepta na raça!”. E você?

Big Bang Bang (ouça aqui!)
(Caetano Veloso/Zé Miguel Wisnik, para o espetáculo “Onqotô” – Grupo Corpo)

se tudo começou no big bang
só tinha que acabar no big mac
mas
se a partida já estava começada
quarenta minutos antes do nada
então
é
fla-flu
então
é
maracanã
lotado
de
pulsão
de
mais
e
o
sopro
divino
criador
cantou
fla-flu
faça

se
a
luz
flato-flou
flight-flucht
fiat lux
ptyx
e
expulsou
o
universo
do
universo
um

da série: recordar é viver

Posted in Genealogias de minhas paixões, relaxing times with tags , , , , on 05/10/2011 by coelhoraposo

…E não é que eu me achei na Megafoto do Hexa? Agora resta saber se animarei para estar no Vazião dia 03/12 e ver o Hepta contra o Vice mais querido do mengão…

(Agora o duro é lembrar que o Maracanã, como era, não mais existe… Saudades daquela tarde de domingo à espera do gol do Ronaldo Angelim…)

*  *  *

Clique nas imagens para ampliá-las.

(Foto: Márcio Rodrigues)

*

*

*

*

*

Onde está Wally? Alguém se habilita?