Arquivo para Buenos Aires

offline

Posted in Divã, itinerários with tags , , , , on 09/04/2012 by coelhoraposo

E aí, Brasil? Que contas de novo?

Já sei que o flamengo deu vexame na libertadores e ganhou do Vasco. Como sempre.

Mais alguma coisa de importante aconteceu na minha ausência? O Lollapalooza foi pra loser ou foi um desbunde? Agnelo já pediu pra sair? Demostenes já renunciou e foi dividir cela com o Cachoeira?

É incrivelmente libertador viver sem redes sociais e constantes atualizações de noticiários, mesmo que por poucos dias. Tentarei fazer isso mais vezes.
Mas enfim, depois de carnaval e páscoa, acho que já podemos começar 2012.
Ou não.

ps 1. Buenos Aires mandou beijos a tod@s, mas anda beeeeem carinha.

ps 2. A comida e o atendimento do Dadá Bistro continuam incríveis.

O post do ano

Posted in apud, nonsense with tags , , , , , , on 13/11/2010 by coelhoraposo

Tomo a liberdade de reproduzir aqui O post do ano dentre os blogs amigos. Raquel, o prêmio é seu!

no dia de hoje

tentei… 

 

1) publicar uma ideia que pareceu genial quando tive, no meio da aula, e começava com comparar machado de assis com o michael jackson: os dois nasceram negros e morreram brancos, mas só um tinha vitiligo e escândalo com crianças. mas quando comecei a tecer as relações entre thriller e memórias póstumas, achei que tivesse atingindo um certo limite da infâmia;

2) postar uma foto que tirei de um flyer que encontrei na rua em Buenos Aires e que dizia “Centro Cultural Borges: artes marciales y kung-fu”. mas, por causa disso, meu computador travou e não consegui ligá-lo o dia inteiro. acho que também atingi, talvez, o mesmo limite;

3) demonstrar variações sobre o mesmo tema, entre o SoHo de NY, o Soho de Londres e o Palermo Soho de Buenos Aires, e como magicamente o mesmo nome pode não ter tido a mesma origem em três lugares diferentes. mas aí pensei no Centro Cultural Borges, que fica exatamente aí, e atingi novamente aquele limite;

4) o que a providência não conseguiu impedir, no entanto, foi que eu enviasse o texto conhecido como a Farsa dos Telletubies para não um, nem dois, mas TRÊS amigos com sensibilidade suficiente para atingirem também um certo limite e talvez cortarem ligações.

estamos no aguardo.

make it wit chu

Posted in musique non stop, relaxing times with tags , , , , , , , , on 08/10/2010 by coelhoraposo

Amanhã parto rumo a Buenos Aires. O objetivo primordial responde por cinco letras Q – O – T – S – A. Como o show dos californianos só é quarta-feira (antes eles tocam no “Woodstock brasileiro” e eu já estou bem velhinho para rolar na lama), aproveitarei para conhecer a cidade portenha, assistir a um jogo portenho no La Bombonera torcendo ao lado de “La Doce” (a torcida do Boca Juniors), conhecer portenhas, beber vinhos portenhos… Não, vinho não é minha onda, por isso comprarei algumas garrafas de Macallan no Duty Free. Tudo isso, oferecimento de minha hostess Luanda, queridíssima!

Volto ao Brasil na quinta-feira, dia 14, onde ficarei por alguns dias em Sampa para rever amigos e meu tio, comprar a Caixa Preta com a obra integral do nego dito Itamar Assumpção (já que o show de lançamento no SESC Pompéia eu não consegui ingressos…) e me esbaldar ao som de Air, Jamiroquai, Bajofondo Tango Club e otras cositas mas no Festival da Natura!

Enfim, fujo da Dilma, do Serra, do Agnelo, do Tirirca, do casal Roriz (ou “casal 20”), do maior esquema de compra de votos já visto e do Vanderlei Luxemburgo.

Quando voltar prometo contar tudo, o que provavelmente não cumprirei. Mas também prometo terminar a quase infindável lista dos 25 álbuns que mudaram (meu) mundo (falta publicar as partes 4 e 5, além das mênções honrosas e do álbum hors-concours).

T-chau!

Enquanto isso, deixo você com Josh Homme e companhia: QUEENS OF THE STONE AGE!!!