Archive for the itinerários Category

portas em automático

Posted in itinerários, qualquer bobagem, relaxing times on 19/07/2012 by coelhoraposo

Rio de Janeiro, 19 de julho, 15h45.

Dentro de alguns instantes embarco para minhas (nem tão) merecidas férias. Espero que os 30 dias de verão europeu cumpram o que prometem: relaxamento, novas experiências, shows memoráveis (vários deles), um pouco de livin’ la vida loca e algum autoconhecimento.

Mas uma coisa é certa, se depender dos amigos queridos que lá vou encontrar, vai ser tudo lindo.

DEO GRATIAS.

***

Como uma espécie de exercício mental, vou escrever um diário de viagem. Quando conseguir uma brecha, posto aqui no blog.

flandres

Posted in itinerários, musique non stop, qualquer bobagem with tags , , , , on 11/07/2012 by coelhoraposo

No dia 04/08 desembarcarei na cidade de Lokeren, localizada na província belga de Flandres Oriental, para assistir a elegância de Bryan Ferry em ação no palco do Lokerse Feesten. Mas como “no amor a gente improvisa, mas a farra tem que ser organizada” – parafraseando célebre diálogo de Bye Bye Brasil; estava eu aqui organizando a logística ferroviária para chegar e sair do aguardado evento quando leio a seguinte frase na página do festival:

If you feel that the last train/bus back is much too early, you can spend the night in our night bar. With a bit of luck you will be able to enjoy a beautiful sunrise on the first train back.

Como bem disse Andréa, a querida embaixadora brasiliense em Bruxelas: hospitalidade belga = bar!!!!!

Tem como não amar?

15 dias

Posted in itinerários, musique non stop, pequenos grandes prazeres, vomitando palavras with tags , , , , , , , , , on 05/07/2012 by coelhoraposo

Há exatos 4 meses decidi que passaria minhas férias na Europa com direito a uma esticada até o Japão para visitar a Lisa.  Descarreguei um caminhão de milhas do Smiles e emiti meus bilhetes. Mas como comigo tudo é muito inconstante, logo veio o desânimo: depois de programada a viagem, bateu aquela sensação imperdoável e macunaímica do “ai, que preguiça…”

Mas o tempo foi passando e, devido às vicissitudes da vida, a volta ao mundo em 30 dias foi restringida ao velho continente europeu. (O projeto verão japonês talvez se transforme em projeto primaveril com direito a assistir o espetáculo do Hanami no ano que vem.)

Mas depois de um certo frio na barriga, finalmente fechei as datas, comprei as passagens internas e estou começando hoje a contagem regressiva para o verão: rever Paris, visitar amigos queridos do meu coração, conhecer lugares novos, procurar sebos de vinil, tomar uns bonsdrink, ver a crise de perto e, claro, como não podia deixar de ser, assistir a shows memoráveis

Quanto aos shows só digo o seguinte:

– Dia 04/08:

– Dia 10/08:

e

– Dia 11/08:

-Dia 12/08:

e o gran finale, dia 17/08:

quadratura do círculo

Posted in Divã, itinerários with tags , , , , , , , , , , , , on 09/06/2012 by coelhoraposo

Há algum tempo percebo que algumas personagens da ficção dizem mais sobre mim do que eu poderia supor. Assim, tal como a inglória tentativa de um matemático em criar um quadrado a partir de um circulo, acho que finalmente encontrei os quatro vértices dessa figura geométrica que poderia representar minha vida (ou pelo menos a forma como me relaciono com o mundo):

  • Rob Fleming (de Alta Fidelidade) e sua insatisfação crônica – o protagonista do romance de Nick Hornby, tem o sobrenome trocado para Gordon na adaptação cinematográfica dirigida por Stephen Frears;
  • Jean Sorel (de O Vermelho e o Negro, romance magistral de Stendhal) e sua ambição por vezes desmedida;
  • Lawrence Breaveman (de The Favourite Game, romance de Leonard Cohen) e sua irresponsabilidade afetiva e, por fim;
  • Antoine Doinel (alter-ego de Truffaut em 5 de seus filmes) e seu romantismo pseudo-intelectual que, no fundo, esconde um canastrão de última…

Sónar São Paulo

Posted in itinerários, musique non stop with tags , , , , , , , on 08/05/2012 by coelhoraposo

Nos próximos dias 11 e 12, acontecerá a primeira edição completa do Sónar no Brasil. O Festival Internacional de Música Avançada e New Media Art, que tem nome completo pomposo e sotaque catalão – já que sua origem está em Barcelona (onde ocorrerá sua décima-nona edição neste ano); desembarcará no Anhembi trazendo muita coisa bacana para ver, ouvir e sentir.

A estrela da primeira noite cancelou sua apresentação por motivos de saúde: Björk está com as cordas vocais inflamadas e deu um tempo na cantoria. Para o seu lugar, os incríveis senhores germânicos do Kraftwerk foram convocados. Ponto para a produção do festival que não deixou por menos e trocou uma estrela de primeira grandeza por quatro.

Mas como nem tudo são flores, estava eu tentando montar minha agendinha de shows para não ficar perdido entre tantas opções e cheguei a um dilema, um dilema que tem dia e horário para acontecer, a saber, sábado, 12 de maio, 22h: praticamente no mesmo horário, cada um dos três palcos do festival apresentará um show que promete ser fantástico.

No palco SonarClub, às 22h, Cee Lo Green, em projeto solo (ele é a voz do Gnarls Barkley) entra em ação com seu soul de roupagem pop-energizante.

Já no palco SonarVillage, no mesmo horário, o incensado Flying Lotus (o produtor tem dois de seus três álbuns com o selo “best new music” do portal Pitchfork.com), apresenta seu trabalho.

Por fim, no palco SonarHall, meia hora depois, o quinteto escocês Mogwai, traz seu rock experimental para abrilhantar o festival.

E agora, José?

Cee Lo Green em seu hit-chiclete:

Flying Lotus:

Mogwai e seu trip-rock:

alta ansiedade

Posted in canções fundamentais, Genealogias de minhas paixões, homenagens, itinerários, musique non stop with tags , , on 16/04/2012 by coelhoraposo

Após a apresentação de Mark Lanegan no último sábado, que não foi menos que… fodona (perdoem-me o linguajar, mas em se tratando de Lanegan, só definindo assim seu showzaço); acaba de cair a ficha de que finalmente terei a oportunidade de ver ao vivo, a cores e a poucos metros o pacato senhor de 71 anos, que carrega em seu passaporte o nome de Robert Allen Zimmerman.

Mas podemos chamá-lo de Bob Dylan.

Aguardo desde 1998 a chance de ver Dylan em ação. Depois de perdê-la em 1998 e 2008, agarrei a chance deste ano com unhas e dentes.

E a ansiedade me consome.

* * *

Acho que se fosse eu em Copacabana dando de cara com ele na rua, eu desmaiava!

"Tem alguma coisa acontecendo e você sabe muito bem o que é, não é verdade, Sr. Dylan?" - legenda que veio bem a calhar, dada pelo guitarrista da banda Do Amor, Gabriel Bubu.
Foto: Nana Tucci/Agência Estado

* * *

A julgar pelo setlist da apresentação de ontem no Rio de Janeiro, não teremos “Love Sick” (do premiado e fantástico Time Out Of Mind, de 1997), mas não custa nada sonhar…

offline

Posted in Divã, itinerários with tags , , , , on 09/04/2012 by coelhoraposo

E aí, Brasil? Que contas de novo?

Já sei que o flamengo deu vexame na libertadores e ganhou do Vasco. Como sempre.

Mais alguma coisa de importante aconteceu na minha ausência? O Lollapalooza foi pra loser ou foi um desbunde? Agnelo já pediu pra sair? Demostenes já renunciou e foi dividir cela com o Cachoeira?

É incrivelmente libertador viver sem redes sociais e constantes atualizações de noticiários, mesmo que por poucos dias. Tentarei fazer isso mais vezes.
Mas enfim, depois de carnaval e páscoa, acho que já podemos começar 2012.
Ou não.

ps 1. Buenos Aires mandou beijos a tod@s, mas anda beeeeem carinha.

ps 2. A comida e o atendimento do Dadá Bistro continuam incríveis.