no tabuleiro dos baianos

Hoje acordei com o desejo de ouvir Amoroso/Brasil, de João Gilberto. Assim republico post do antigo blog sobre um dos álbuns que nunca me cansam! Quem quiser escutá-lo, aqui!

João Gilberto – Amoroso/Brasil

Alguns álbuns são bons, outros são bons e importantes, outros são geniais e revolucionários. Estes dois álbuns de João Gilberto (relançados num único disco) não se encaixam em nenhuma das categorias acima pelo simples fato de serem geniais por serem… simples. O minimalismo de João Gilberto encontro a pompa dos arranjos de Claus Ogerman (no caso de Amoroso, de 1976) e, como numa simbiose perfeita, criam uma sonoridade que beira à perfeição. E ter João Gilberto cantando em italiano, espanhol, inglês com aquele sotaque preguiçoso típico de sua baianidade que transforma o “mucho” e “muintcho, é impagável.

Quanto a Brasil, de 1981, João Gilberto se encontra com a geração (Caetano, Gil e Bethânia) que seguiu os caminhos abertos por ele e desse encontro surgiu um álbum-homenagem a música brasileira.

Enfim, Amoroso/Brasil é um álbum de standards da música mundial. E ninguém melhor que João para transformá-los em canções regionalmente universais.

Publicado originalmente em http://loveonmyterms.blogspot.com/2009/05/joao-gilberto-amorosobrasil.html, em 02/05/2009.

Uma resposta to “no tabuleiro dos baianos”

  1. Erica Bernhardt Says:

    vou escutar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: