Cê tá pensando que eu sou lóki, bicho?

img_esquerda

Acabo de chegar do Teatro do Bancários onde finalmente assisti Loki – Arnaldo Baptista. Quando passou em Brasília no fim de junho, não fui porque tinha a famigerada monografia me consumindo as tripas. Quando me libertei, tinha saído de cartaz. A projeção foi muito ruim: áudio sem sincronia e mal distribuído nos alto-falantes, a imagem bem ruinzinha, não tinha pipoqueiro na frente do teatro (cheguei ávido por um saco de pipoca para esbaldar)…

Mas apesar de tudo isso, adorei. E adorei porque adoro Arnaldo. O documentário tem o mérito de ser um homenagem há muito tempo devida a um dos maiores nomes da música brasileira. Alguns depoimentos são muito interessantes (o tapa de luva de pelica que o irmão Sérgio dá em Rita Lee é  um deles), outros nem tanto. Mas o principal é que, apesar do tom de exaltação a figura de Arnaldo presente em todo o filme, ele é apresentado no que tem de melhor: a sua visceralidade, seus sofrimentos, sua volta por cima e sua busca pela felicidade e pela paz de espírito.

Filme emocionante. Triste mas que nos mostra o quanto é fácil ser feliz. Talvez de tão fácil não acreditemos ser possível, o que nos leva a tortuosos caminhos que só fazem nos afastar da felicidade fazendo com que nunca a encontremos.  Se ser normal é não perceber o quanto a vida é simples, Arnaldo abraçou a loucura e fez dela arte. E é nessa loucura que reside a sabedoria de Arnaldo, como fala Tom Zé no início do filme, uma sabedoria que incomoda porque brota das profundezas da alma. Sabedoria que brota da loucura de simplesmente viver.

“Mas louco é quem me diz e não é feliz, eu sou feliz”

3 Respostas to “Cê tá pensando que eu sou lóki, bicho?”

  1. Isabella Monteiro Says:

    Sinto muito em ver que a sessão foi fora de sinc. Sinto mais ainda por termos ficado sabendo por um espectador e não pelo exibidor!
    Ofereceria um par de ingressos para você desfazer a má impressão, mas sinto ainda mais pelo Loki não estar em cartaz e essa ter sido uma sessão única.
    Me mande seus contatos, para mandar um kit do filme, ao menos. E fico feliz de, apesar de tudo, você ter gostado da história do Arnaldo.

  2. erica bernhardt Says:

    Pena que perdi! Vou baixar! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: